Siga o blog por email

Seguidores do Blog

domingo, 28 de março de 2010

Vídeos para pesquisa e ensino

O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) lançou o Zappiens.br, serviço gratuito de distribuição de vídeos com conteúdo científico, educativo, artístico e cultural em língua portuguesa.

A novidade foi feita em parceria com o Arquivo Nacional, a Universidade de São Paulo (USP), a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), de Portugal. Inicialmente, os interessados encontrarão disponíveis para consulta materiais do próprio CGI.br, da USP e do Arquivo Nacional, como os Cinejornais – noticiários transmitidos em cinemas brasileiros entre as décadas de 1930 e 1970.

O Zappiens.br oferece a oportunidade de reunir e tornar público acervos raros e exclusivos, que podem ser utilizados como fonte para estudo e pesquisa. “Com acesso gratuito, o objetivo é disseminar cultura, informação científica e tecnológica entre diversas comunidades”, disse Henrique Faulhaber, conselheiro do CGI.br. “O Portal Zappiens.br, ao disponibilizar os cinejornais da Agência Nacional, irá proporcionar ao cidadão a oportunidade de acessar e pesquisar na web um rico acervo de imagens em movimento, que retratam a história de nosso país”, disse Jaime Antunes da Silva, diretor-geral do Arquivo Nacional.

A iniciativa é fruto da comissão de trabalhos de conteúdos digitais do CGI.br, que identificou a necessidade da implementação de repositórios de vídeos para uso público, tanto para pesquisa como para o ensino em geral. O Zappiens.br tem um sistema de busca apurado, que funciona tanto por meio de palavras-chave como por tags, facilitando a organização dos conteúdos. Além disso, não há limite de tamanho para os arquivos de vídeo. A ferramenta será fomentada por meio de acordos com diversas organizações. “O Zappiens.br está aberto e em busca de novas parcerias e acordos de cooperação com instituições públicas, universidades e empresas que disponham de acervos em vídeo”, disse Faulhaber.

Mais informações: http://zappiens.br

Fonte: Comunicação EPA

quinta-feira, 25 de março de 2010

IES do Sistema UAB recebem apoio para uso de TICs em graduações presenciais

Com o objetivo de incentivar a integração e a convergência entre as modalidades de educação presencial e a distância nas instituições públicas de ensino superior (IES), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) recebe propostas para o edital Fomento ao Uso das Tecnologias de Comunicação e Informação (TICs) nos Cursos de Graduação. Podem encaminhar propostas instituições públicas de ensino superior federais e estaduais integrantes do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), no período de 25 de março a 12 de abril.

O apoio consiste no fomento a projetos de uso das tecnologias de comunicação e informação nos dos cursos de graduação presenciais, para que desenvolvam parte de sua carga horária na modalidade a distância.

Cada IES pode apresentar uma única proposta, que deve agregar o maior número de unidades de ensino, professores e alunos, e deverá conter um ou mais projetos, conforme a linha de financiamento desejada.

O apoio pode ser solicitado para implantação de uma plataforma virtual de comunicação e aprendizagem, que deve ser de código aberto; oferta de disciplinas com uso de tecnologias de informação e comunicação para cursos de graduação presencial; produção de conteúdos educacionais e materiais didáticos baseados no uso de tecnologias de informação e comunicação voltadas para o ensino superior; capacitação e atualização de docentes e técnicos no uso de tecnologias de comunicação e informação voltadas para a gestão, o design, a produção e o uso de ferramentas para a educação a distância.

Os benefícios incluem auxílio a professores e tutores, para aquisição de mobiliário e equipamento necessários para a implantação dos projetos, e custeio da compra de softwares e matérias de consumo.

http://www.planetauniversitario.com/index.php?option=com_content&view=article&id=13010:ies-do-sistema-uab-recebem-apoio-para-uso-de-tics-em-graduacoes-presenciais&catid=27:notas-do-campus&Itemid=73

sexta-feira, 12 de março de 2010

Vaga para Web designer com experiência em cursos no formato e-learning

Formado em Desenho Industrial (Programação Visual) com especialização na área de web design.
 
Dominar as seguintes ferramentas:
 
- Flash - actionscript
- Photoshop
- Dreamweaver
- Diferencial saber padrões SCORM.
 
A vaga é para trabalho freelancer. A remuneração é a combinar.
 
Favor enviar currículo de preferência com portfolio online para o email:
 

UNESP lança obras para download gratuito

A Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) lança hoje o Programa de Publicações Digitais, que disponibiliza para download gratuito na web uma série de livros de publicação da FEU, editora da instituição. O programa é o primeiro de uma universidade pública no Brasil a conceber a publicação de obras integrais em formato digital, sem custos. Nesta semana, estarão disponíveis os primeiros 44 livros, a maioria de ciências humanas. O projeto prevê a publicação de 600 obras em dez anos (www.unesp.br).

FONTE: Folha de São Paulo Ilustrada 11/03/2010

terça-feira, 9 de março de 2010

Seminário "O direito à educação e a reforma da Lei de Direitos Autorais" - SP

Evento acontece no dia 13 de março, em São Paulo, e reúne gestores, organizações da sociedade civil, pesquisadores e educadores para debater a reforma da lei de direitos autorais; consulta pública deve ser lançada ainda este mês.

As tecnologias digitais ampliaram consideravelmente as possibilidades de acesso à informação e ao conhecimento e têm entusiasmado educadores, pesquisadores e estudantes no debate sobre a incorporação desses recursos na escola para melhorar a qualidade da educação. No entanto, a legislação de direitos autorais em vigor apresenta restrições ao pleno desenvolvimento dos processos educativos. A lei 9.610, de 1998 – a chamada LDA – não permite que músicas, filmes, fotos, cópias de textos – mesmo aqueles que estão fora de circulação comercial – sejam usados para fins didáticos e educacionais. Escolas e universidades, assim como organizações não-governamentais que trabalham com atividades de formação, estão sujeitas a esses limites.
Depois de um processo de audiências iniciado em 2007 com diversos setores da sociedade civil, o Ministério da Cultura elaborou um anteprojeto de lei para a reforma da LDA, que está prestes a ser aberto para consulta pública, antes de ser encaminhado para votação no Congresso. A previsão é que a consulta se inicie ainda em março, de acordo com o MinC.
Para debater os limites da atual LDA e os pontos necessários em uma reforma para que se equilibrem os direitos do autor e o direito à educação, organizações envolvidas com o tema – Ação Educativa, Casa da Cultura Digital, GPopai-USP, IDEC, Instituto Paulo Freire, Intervozes e Música Para Baixar – realizam um debate no dia 13 de março, das 10 às 17 horas, no Instituto Paulo Freire em São Paulo. A participação é gratuita e não é necessária inscrição.
Veja a programação abaixo:

PROGRAMAÇÃO

10h – Abertura
Autoridades convidadas, representantes do MEC e MinC
Mediação: Guilherme Varella (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor -
Idec)

11h ÀS 13h- O direito autoral e o direito à educação
O que são os direitos autorais? Como as obras são protegidas e como são remunerados os seus autores? Qual a relação existente com o direito à educação? Por que é importante pensar nos direitos autorais no dia-a-dia da sala de aula e da universidade?
Túlio Vianna (UFMG) – a confirmar
Luiz Moncau (Centro de Tecnologia e Sociedade, da FGV Direito Rio)
Lilian Starobinas (professora de História do Ensino Médio e doutora em
Educação)
Mediação: Moacir Gadotti (Instituto Paulo Freire)
13h às 15h – almoço livre

15h às 17h – Reforma da LDA e impactos na educação
O que pode avançar com a reforma da LDA? Quais são os pontos críticos para a educação? As limitações para a educação (cópias na universidade, acesso aos livros). Como equilibrar a proteção ao autor com o acesso ao conhecimento?
Rafael Pereira Oliveira (Coordenador-Geral de Difusão de Direitos Autorais e
Acesso à Cultura do Ministério da Cultura)
Pablo Ortellado (professor, EACH-USP/ Gpopai)
Sergio Amadeu (professor, UFABC/ Casa da Cultura Digital)
Guilherme Carboni (advogado especialista em direitos autorais)
Mediação: Vera Mazagão (Ação Educativa)

Data: 13 de março de 2010
Local: Instituto Paulo Freire – Casa da Cidadania Planetária
Rua Pedro de Souza Campos Filho, 289
Alto da Lapa l São Paulo l SP
Horário: das 10h às 17h

Inscrições: gratuitas

Mais informações: (11) 3151-2333 ramal 103 ou 170, com Fernanda ou Geusilene
Imprensa: credenciamento e informações pelo email
fernanda.campagnucci@acaoeducativa.org / ou telefone (11) 3151-2333 – ramal 170

terça-feira, 2 de março de 2010

Virtual Worlds Best Practices in Education

Nos dias 12 e 13 de Março ocorrerá o Virtual Worlds Best Practices in Education, que será realizado totalmente online, no Second Life. Esperamos para este ano mais de 6.000 participantes e teremos novamente uma sessão de apresentações apenas em português, como no ano passado, no dia 13. Estou terminando de mexer no programa e logo envio as informações. Além das apresentações em português, haverá uma série de atividades ligadas a EaD, games, mundos virtuais, realidade aumentada etc. As inscrições para a conferência estão abertas e são gratuitas:

http://www.vwbpe.org/registration

Para aqueles que ainda não conhecem o Second Life ou não se sentem seguros para participar de um evento com seu avatar, programamos várias opções de treinamento (também gratuitos), nos dias 06, 07, 09 e 10 de Março. Confiram o programa:

http://blog.joaomattar.com/2010/03/02/treinamentos-pre-vwbpe-no-second-life/

Estão todos convidados!

--
[ ] s
João Mattar
http://twitter.com/joaomattar
http://blog.joaomattar.com
Pesquisa personalizada
Se quiser, pode copiar e reproduzir os artigos aqui publicados, desde que sejam citadas a fonte e a autoria.