Siga o blog por email

Seguidores do Blog

domingo, 28 de setembro de 2008

Canal Saúde debate o papel da Educação a Distância na formação do profissional da Saúde

ENSP, dia 26/09/2008

O programa Sala de Convidados, do Canal Saúde/Fiocruz, debate, nesta terça-feira (30/09), das 13h às 14h, a Educação a Distância (EaD) aplicada à formação profissional na saúde pública. Participam como debatedoras a coordenadora do Programa de Educação a Distância da Escola
de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), Lúcia Dupret, e Lillian Daisy, professora doutora do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Paraná, especialista em formação de professores em EaD. O Sala de Convidados é apresentado por Renato Farias.

Outras questões relacionadas ao tema também estarão em discussão: o futuro da educação terá necessariamente a EaD como parceira? Até que ponto a presença do professor em sala de aula é fundamental? Como saber se o curso é aprovado pelo Ministério da Educação? O público conhecerá com mais detalhes o trabalho desenvolvido pela EaD da ENSP, além de poder participar por chat, e-mail (canal@fiocruz.br) ou por telefone (0800-701-8122), enviando pergunta para os convidados.

EaD - No Brasil, as bases legais para a modalidade de educação a distância foram estabelecidas pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (1996), que foi regulamentada por decreto em 2005. Em 3 de abril de 2001, o Conselho Nacional de Educação estabeleceu as normas para a pós graduação lato e stricto sensu. Fonte: Secretaria de Educação
a Distância/Ministério da Educação.

Como participar - Na internet, acesse , clique na telinha com a inscrição "ao vivo" e participe a partir do chat associado à transmissão. Se preferir, antecipe suas perguntas enviando e-mail para
canal@fiocruz.br. No caso da televisão, é necessária uma antena parabólica conectada ao aparelho. Pela Embratel, o programa será veiculado na freqüência do Canal Saúde (polarização horizontal 3.930 Ghz ou 1.220 Mhz). Para saber como sintonizar a NBR em sua cidade, acesse http://www.radiobras.gov.br/nbr/cidadesnbr_2004.htm ou < http://www.ra-diobras.gov.br/estatico/tv_nbr_sintonize.htm>.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Seminário Internacional Brasil-Canadá sobre EaD - GO

Nos dias 11 e 12 de novembro acontecerá na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás o Seminário Internacional Brasil-Canadá sobre EaD.

Para inscrições e maiores informações sobre o evento acesso o site http://www.sibc-ead.ciar.ufg.br/

Wendell Bento Geraldes
Tecnólogo em Desenvolvimento de Sistemas
Especialista em Informática na Educação
Anápolis - Goiás
Linux user #471850
Ubuntu user #22203
http://diariodeuminformata.wordpress.com/

I Congresso Ruy Barbosa de Pesquisa Aplicada e Inovação em TI - BA

(Clique na imagem para ampliá-la)

Mini-curso (MC)

Empreendedorismo tecnológico

Instrutor: Prof Alexandre Paupério, Diretor da Brasil Inovação.

Expositores dos Painéis:

Painel 1:
Alzir Mahl, Coordenador de Projetos, FAPESB (Mediador), Álvaro Santos, Assessor da Casa Civil do Estado da Bahia, Ruben Delgado, Diretor da ZCR.

Painel 2:

Carlos Nestor, Presidente da SUCESU-BA (Mediador), José Canedo, Diretor de P&D da Griaule, Clabony Moraes, Gerente de Projetos da Polisystem, David Viscarra, Gerente de Projetos da Softwell.

Painel 3:

Cláudio Amorim, Coordenador do Bacharelado em Computação da Faculdade Ruy Barbosa, Adhvan Furtado, Gestão Estratégica de TI, Casa Civil do Estado da Bahia, Horácio Hastenreiter, Gerente do Parque Tecnológico da Bahia.

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

I Simpósio de Educação a Distância dos Países de Língua Portuguesa - PT

A Universidade Aberta (UAb), sob o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, e com o apoio do Secretário Executivo da Comunidade dos Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), organiza, nos dias 30 e 31 de Outubro no Auditório 2 da Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, Portugal) o 1º Simpósio de Educação a Distância dos Países de Língua Oficial Portuguesa.
http://www.univ-ab.pt/eventos/simposio_ead/

terça-feira, 16 de setembro de 2008

UNEB seleciona Professores(as) de Educação a Distância - BA

UNEB abre inscrições para seleção e cadastro de professores para cursos na modalidade de Educação a Distância - Processo seleciona docentes e tutores para licenciaturas em Matemática, Química, História e Pós-graduação lato sensu em EaD - Inscrições até 22/setembro, pela Internet

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB), através do Núcleo de Educação a Distância (Nead), está com inscrições abertas para processo seletivo de cadastro e seleção para professores, que irão atuar nos cursos de Educação a Distância (EaD). As inscrições podem ser realizadas até o dia 22 de setembro, pelo endereço www.campusvirtual.uneb.br/inscricao.

De acordo com o edital de seleção, serão oferecidas ­­cerca de 100 vagas para as funções de professor formador, professor autor, tutor presencial e tutor à distância, para os cursos de licenciatura em Matemática, Química e História, e para o curso de especialização em Educação a Distancia, todos na modalidade EaD.

Podem se candidatar docentes da UNEB, além de professores de outras instituições, habilitados para lecionar as disciplinas relacionadas aos cursos oferecidos. Para participar da seleção, os candidatos devem ter experiência docente em ensino superior de, no mínimo, três anos, preferencialmente em Educação a Distância.

A seleção será composta por três etapas: análise do currículo, entrevista (apenas nos casos em que a comissão achar pertinente), e participação no curso de capacitação para docentes em EaD, ofertado pelo comitê gestor do Núcleo de Educação a Distância (Nead).Todos os docentes irão participar desta etapa, mesmo aqueles com experiência comprovada.

Realizar videoconferências, gravar video-aulas, acompanhar o desempenho dos estudantes no ambiente virtual de aprendizagem, fóruns e chats, enviar e responder mensagens dos estudantes por correio eletrônico são algumas das atividades que serão desenvolvidas pelos futuros docentes na modalidade EaD.

A remuneração varia entre R$500 e R$1,2 mil, e será realizada sob forma de bolsas mensais, referentes à carga horária de cada disciplina, conforme edital.

Segundo o coordenador adjunto da UAB e também coordenador administrativo do NEAD, Jader Albuquerque, a grande vantagem da EaD é poder levar cursos de nível superior para regiões onde não há estrutura, reduzindo os custos de deslocamento para os estudantes.

"A intenção do ensino a distância é democratizar o acesso à educação superior de qualidade e ampliar o contingente de professores preparados. Esse é um projeto que faz parte da estratégia do governo da Bahia, com o apoio do governo federal, e tem com foco os cursos de licenciatura", ressalta o coordenador.

Jader afirma ainda que os cursos EaD terão 22 pólos presenciais, geridos pela UNEB, com parceria da Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), através do Centro Digital de Cidadania (CDC).

Os cursos a distância da UNEB são ofertados a partir de convênio firmado entre a Universidade Aberta do Brasil (UAB), o Fundo Nacional de Desenvolvimento Educacional (FNDE), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), e Ministério da Educação (MEC), em parceria com prefeituras e governo do Estado.

sábado, 13 de setembro de 2008

*SFD - Dia da Liberdade de Software 2008 *

*- Sobre o evento SFD 2008 *
O "Dia da Liberdade de Software" é uma celebração anual da Liberdade deSoftware realizada simultaneamente em diversas localidades do mundo. A Iniciativa Espírito Livre promoverá, nos *dias 19 e 20 de setembro*, a comemoração da data. Venha passar um fim de semana divertido com muita informação, brindes, demonstrações e palestras. Tudo regado a muito software livre!

O ES não pode ficar de fora dessa! Em 2007, o Dia da Liberdade de Software foi comemorado no município de Cariacica e contou com a presença de vários atores do cenário nacional do software livre. Num total foram mais de 300 eventos acontecendo durante o mesmo dia, em diversas partes do mundo, em 2007. Este ano queremos repetir a oportunidade .

Em um mundo cada vez mais digital, mais e mais pessoas dependem de softwares em suas experiências diárias. O software influencia como interagimos com os outros, desfrutando de meios distintos, votamos, pagamos, e trilhamos nosso caminho. O Software aponta nossa forma de vida, nossas liberdades básicas como liberdade de associação, liberdade de pensamento, liberdade de escolha e muito mais, sem esquecer que das muitas pessoas não se dão conta da importância e da influência do software e outras tecnologias em suas vidas.

O que queremos decidir com essa tal "Liberdade de Software"? A Liberdade de Software se trata de um futuro tecnológico e em que possamos confiar, que seja sustentável e que não impactue negativamente as liberdades humanas básicas que damos por garantidas. Sistemas eleitorais não confiáveis podem levar a uma inquietude civil e a falta de confiança nos orgãos governamentais. Softwares-Espiões que vigiam o que escutamos, nossos detalhes bancários e a quem enviamos emails podem ser instalados em nossos computadores sem nosso consentimento. A codificação regional de filmes introduz uma barreira artificial para o conteúdo internacional; Onde está nossa escolha pessoal? Os formatos de dados proprietários podem representar um impedimento para acessarmos nossa própria informação! A Liberdade de Software pode ser mantida por sistemas transparentes (como Softwares Livres e Softwares de Código Aberto) que estão baseados em formatos abertos, seguros e sustentáveis, incluindo formatos de dados e protocolos de comunicação.

*O evento na Grande Vitória acontecerá no CEFET – Unidade Vitória, localizado na Avenida Vitória, 1729 - Bairro Jucutuquara – Vitória/ES.* *

- Sobre a programação*
O evento *ocorrerá na sexta-feira, dia 19, a partir das 18:00hs. No sábado, dia 20, as atividades começam às 08:00 até às 17:00*. O SFD 2008 visa colocar os participantes em contato com diversas iniciativas e projetos nacionais e internacionais. Para isso apresentará em sua grade programação diversas palestras, entre elas:

- Software Livre, como assim? - Almir Mendes de Araújo
- Desktop publishing livre, com Scribus - Hélio S. Ferreira
- Software Livre na Educação: Animações interativas, Ciência e Arte - Ulisses Leitão
- Maquete 3D interativa com Blender - Johnson Sudré
- Multiterminais com GNU/Linux - Márcio Kleber Torres
- Linux e o mercado de trabalho - Rubens Monteiro do Nascimento Junior
- Java: Até onde podemos ir tomando café - Rubens Monteiro do Nascimento Junior
- Alforriabuntu: Customização do Ubuntu para Secretaria de Educação de Vila Velha/ES - Guilherme Chaves de Oliveira
- OpenOffice.org Brasil - Projetos que nasceram aqui! - Vanessa Cândido

O SFD 2008 também contará com os seguintes mini-cursos e Workshops:

- Como criar uma publicação usando o Scribus - Hélio S. Ferreira
- Desenvolvimento de Aplicações com PyGTK e Glade 3 - Ronoaldo Pereira
- Importando arquivos do AutoCAD no Blender 3D - Johnson Sudré
- Introdução a modelagem e animação 3D - Ulisses Leitão
- Migre facilmente todos os seus documentos para o formato ODF! - Vanessa Cândido
- Personalizando Menu e Barra de Ferramenta no BrOffice.org - Vanessa Cândido
- Mala Direta no BrOffice.org - Vanessa Cândido

Entre os palestrantes já confirmados estão:

Hélio José Santiago Ferreira - Vitória/ES
Engenheiro. Educador, palestrante e consultor em software livre. Atuando junto ao Comitê para Democratização da Informática (CDI) ensina Gimp, Inkscape e Scribus. Atua como designer gráfico nas revistas eletrônicas BrOffice.org Zine e Revista Fedora Brasil. É um dos editores da Linux-ES Zine. Membro atuante da comunidade de software livre no estado.

Prof. Dr. Ulisses Azevedo Leitão - Caratinga/MG
Professor e pesquisador, com doutorado em física na Alemanha, diretor de tecnologia da Flux Softwares, criador do projeto Muriqui Linux e de sua personalização para o Ministério da Educação em 2006. Participou de diversos projetos na área de desenvolvimento de distribuições Linux, como o Projeto LibertasBR (UFMG), Muriqui Linux (Doctumtec), Linux Educacional (MEC) e
Prolinux (Flux Softwares). Atualmente com interesse focado na pesquisa e desenvolvimento da Informática Aplicada à Educação, está engajado na utilização de Software Livre em organizações do setor público e privado, desde 1998.

Ronoaldo José de Lana Pereira - Caratinga/MG
Bacharel em Ciência da Computação pelas Faculades Integradas de Caratinga. Membro da equipe de desenvolvimento da distribuição ProLinux, pela Flux Softwares, onde desenvolve ainda atividades de Capacitação Linux. Professor do curso de Ciência da Computação, ministrando a disciplina Tópicos Especiais em GNU/Linux, no curso de Ciência da Computação, e Comunicações Móveis, no curso de Engenharia Elétrica – Telecomunicações.

Johnson Sudré - Vitória/ES
Desenhista técnico, animador 3D e programador de jogos eletrônicos. Trabalha com computação gráfica desde 1994. Prestou serviços para as grandes empresas do E.S. (CEGELEC, CST, CVRD, CESAN, RODOSOL, ARACRUZ CELULOSE, CNO) e nas minas em CATOCA - Angola. Atua no setor de construção civil como desenhista desenvolvendo maquetes 3D interativas. Atua também em projetos sociais oferecendo oficinas de animação com Softwares Livres em comunidades carentes em parceria com o setor privado. Instrutor da oficina de animação no projeto Circuito Cultural de Vitória promovido pela PMV. Desenvolve ainda animações e vinhetas para o setor de comunicação.

Márcio Kleber Torres - Vila Velha/ES
Autodidata e apaixonado por tecnologias, entre elas, informática, com conhecimento em Linux/Windows, Servidores Linux, Multiterminais/LSTP com GNU/Linux, Java/C/C++Shell, Html/css/java script/php/flash, Joomla e atualmente integrante da comunidade Multilinux.

Almir Mendes de Araújo - Vitória/ES
Profissional atuante na área de TI há cerca de 10 anos e aluno do curso de ciência da computação na FAESA. Atualmente é analista de sistemas e desenvolvedor, faz parte da equipe de TI da Spirit Linux, uma empresa líder em soluções GNU/Linux e sistemas Open Source no Espírito Santo. Membro atuante da comunidade Linux-ES e um dos mantenedores da comunidade, ajudando a organizar eventos de difusão do software livre em todo o estado do Espírito Santo.

Rubens Monteiro do Nascimento Junior - Vitória/ES
Analista de Sistemas/Programador Java, C, C++, C# a 12 anos, autodidata. LPIC-1. Instrutor Linux, Java, Redes, Delphi, ASP, Mysql no Senac, Mindworks e Unitera. Proprietário da POINT Training and Consulting - Empresa Especializada em treinamentos Linux, Java, Cisco, Mysql.

Guilherme Chaves de Oliveira - Vila Velha/ES
Aluno do curso de Gestão em Tecnologia da Informação da Faculdade Novo Milênio. Instrutor e membro da equipe de apoio à projetos pedagógicos nos Laboratórios de infomática da rede municipal de Vila Velha/ES. Idealista e desenvolvedor da personalização de sistema Alforriabuntu, além de orientador à migração do mesmo dentro da rede.

Vanessa Cândido - Vitória/ES
Colaboradora do Projeto OpenOffice.org Brasil, atua na área de Treinamento e Consultoria em Linux e OpenOffice.org / BrOffice.org no ES há 08 anos.

Além das palestras e mini-cursos/workshops, também estão previstos sorteios de bolsas de estudo em cursos na Grande Vitória, Cds, Dvds, peças e equipamentos para computador, entre outros, a serem realizados durante o todo o evento.

*- Sobre a inscrição*
A inscrição para o SFD 2008 será um kilo de alimento não-perecível. O montante arrecadado ao final do evento será contabilizado e posteriormente oado a uma instituição beneficente da Grande Vitória.

*- Justificativa*
O Software Livre é um fenômeno social e tecnológico em franca expansão. Para a sua popularização, dentro da política pública do Governo Federal do Brasil, o Fórum Internacional Software Livre cumpre o papel de principal fórum de discussão técnica, política e social sobre Software Livre no Brasil. O número crescente de comunidades desenvolvedoras de código de forma cooperada no mundo reflete-se também no território brasileiro. Esse fato exige um espaço regular de reconhecimento e discussão, para potencializar negócios baseados em software livre. Também faz-se estratégico demonstrar a potência e a fertilidade desse movimento em ascensão. A produção de um fórum de caráter internacional atende a esses anseios e seus resultados confirmam o acerto da decisão de produzi-los.

Ao estimular o uso e desenvolvimento de software livre e de código aberto, investe-se na produção e qualificação do conhecimento local a partir de um novo paradigma de desenvolvimento sustentado e de uma nova postura, que insere a questão tecnológica no contexto da construção de mundo com inclusão social e igualdade de acesso aos avanços tecnológicos.

Espera-se ainda com SFD 2008 uma maior interação entre profissionais de diferentes áreas do mercado e governo com alunos, incluindo assim os próprios alunos do CEFETES e outras instituições de ensino. Tal interação é saudável para ambos, e aproxima os diferentes mundos dos saberes.

*- Objetivos *

Objetivos Gerais
Reunir a comunidade nacional e internacional interessada em desenvolvimento e aplicação de software livre e de código aberto, para o compartilhamento de experiências e conhecimento, de modo a estimular o seu uso crescente, o aprimoramento de tecnologias e a difusão da filosofia do compartilhamento e da criação colaborativa.

Objetivos Específicos
Promover e estimular o intercâmbio de experiências entre as diversas iniciativas através de soluções com Software Livre e de código aberto, difundindo seu caráter de alternativa tecnológica viável;
Promover o uso e o desenvolvimento de software livre e de código aberto, como uma alternativa econômica, com custos efetivamente menores do que os ofertados tradicionalmente pelas soluções proprietárias;
Fortalecer as políticas públicas do Governo Federal de adoção de software livre e de código aberto;
Estimular o uso do software livre e de código aberto como base de programas de inclusão digital e fomentar a adoção de negócios em tecnologia da informação baseado em software livre.

*- Público-Alvo *
Professores, pesquisadores e estudantes das diversas áreas; empresários, profissionais e técnicos do setor; entusiastas de tecnologia, diretores e técnicos da área governamental; público em geral e interessado na área de informática, nos impactos sociais das tecnologias de informação e comunicação, e na discussão da liberdade do conhecimento nas suas diversas formas.

*- Instituição Executora *
A Iniciativa ESPÍRITO LIVRE (IEL) é uma associação civil sem fins-lucrativos (em fase de criação), com sede em Cariacica/ES. Reúne colaboradores, técnicos, profissionais liberais, entusiastas, estudantes, empresário e funcionários públicos, e tem como objetivos estreitar os laços do software livre e outras iniciativas e vertentes sócio-culturais de cunho similar para com a sociedade de um modo geral. Tem ainda por objetivo tornar o software livre difundido amplamente em nossa sociedade, não somente em nosso entorno mas nos diversos setores de nossa sociedade como o poder público e privado, escolas e universidades, grupos de usuários, empresas, instituições do terceiro setor, entre outros, tornando possível e real sua utilização, propiciando espaços de discussão, fomento, apoio e organização de iniciativas nas mais diversas áreas relacionadas, como eventos e outras formas sociais de forma a atingir os objetivos acima citados.

Apóia em diversas frentes ações de divulgação e de base, relacionadas ao software livre. Quanto a eventos estivemos na realização do DFD – Document Freedom Day, FLISOL, SFD – Software Freedom Day.

Quanto a projetos apoiamos de forma direta ou indireta o CDLivre (CE), CD Programas Livres (Lisboa-Portugal), Ebook - GNU/Linux para Newbies e o Livro - A Computacao pessoal e o Sistema Operacional Linux, entre outros.

*- Maiores informações *
Site Oficial do evento aqui do estado: http://www.sfd.espiritolivre.org/
Site da Iniciativa Espírito Livre: http://www.espiritolivre.org/

João Fernando Costa Júnior
Coordenador GUBrO-ES - Grupo de Usuários de BrOffice.org do ES / Iniciativa
Espírito Livre / Equipe Bestlinux
Linux User #422133
Ubuntu User #16167

____________________

Inscrições do prêmio Aprender e ensinar Tecnologia Social

Concurso da revista Fórum e Fundação Banco do Brasil leva a discussão sobre soluções reaplicáveis de transformação social para as escolas públicas do ensino fundamental.

As tecnologias sociais têm mudado a cara de muitas cidades em todas as regiões do Brasil. Com produtos, técnicas e metodologias simples e reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade, é possível encontrar soluções efetivas de transformação social. São idéias como as cisternas para armazenar água em regiões que convivem com longos períodos de estiagem. Ou transformar o bairro em escola, usando o salão da igreja e a quadra do centro esportivo para atividades educativas fora do horário de aula. E também transformar o resto de óleo da fritura em biocombustível para veículos a diesel com pequenas adaptações no tanque.
Com o objetivo de difundir o conceito e as práticas dentro das escolas públicas de todo o país, foi criado o Concurso Fórum e Fundação BB: Aprender e Ensinar Tecnologia Social. Cinco professores, um de cada região do país, serão premiados com uma viagem para o Fórum Social Mundial 2009, em Belém (PA). Lá, participarão de uma oficina para relatar a experiência. A idéia é incentivar professores a levar o tema da Tecnologia Social para a escola, com atividades junto aos estudantes.

O saber da comunidade
O conceito de Tecnologia Social é usado no terceiro setor e nas universidades há uma década, mas ainda é um princípio pouco familiar para muita gente. Assim, trabalhar o tema com educadores de todo país é uma escolha importante. "As tecnologias sociais partem do reconhecimento de um saber que está na comunidade e que nem sempre é visto como tal", avalia Larissa Barros, secretária-executiva da Rede de Tecnologias Sociais (RTS). "Assim, essa iniciativa vai educar o olhar de professores e alunos para perceber as experiências desse tipo e fazer uma importante conexão", acredita.
Segundo o presidente da Fundação Banco do Brasil, Jacques Pena, é relevante divulgar a terminologia e as experiências compreendidas no processo de desenvolvimento de uma determinada região. "A importância desse concurso é permitir que esses jovens saibam que um problema relacionado à energia, à água, à educação e à saúde podem ser resolvidos com a aplicação de uma tecnologia social", completa.
Claiton Mello, gerente de Comunicação e Mobilização Social da Fundação Banco do Brasil, lembra da importância de se promover o debate nas escolas públicas, junto com os professores, para ampliar o alcance de soluções efetivas para problemas do cotidiano das pessoas. "A intenção é que isso ganhe espaço nas comunidades", defende.
Para a revista Fórum, a premiação vem também fortalecer os elos com os educadores. "Parte significativa dos leitores da Fórum é de professores" , revela Renato Rovai, editor da revista. "Aliás, muitos nos contam que utilizam a revista em sala de aula. Nosso objetivo é justamente estreitar ainda mais essa proximidade, difundindo o conceito de Tecnologia Social, que sempre fez parte da nossa pauta", lembra.
Ao final do Concurso, as propostas finalistas vão passar a compor um banco de metodologias para discutir Tecnologia Social na escola, disponível para consulta gratuita pela internet. Com isso, outros professores poderão se inspirar nas idéias dos colegas para tratar do tema com seus alunos.

Quem pode participar?
Professores da rede pública de ensino fundamental.

Como me inscrever?
As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet.

Quais são as etapas da inscrição?
Até o dia 31 de outubro, no www.revistaforum.com.br/ts, você encontra o regulamento completo e o formulário de inscrição. Ao preencher seus dados, o professor garante uma assinatura da Fórum até fevereiro de 2009. Também recebe material explicativo sobre Tecnologia Social e onde buscar informações. Por e-mail, será enviada uma confirmação com seu número de inscrição e um link para continuar sua participação.
A partir daí, é criar uma proposta de atividade na escola, que envolva os estudantes e a comunidade para difundir os conceitos ou experiências de transformação. Você relata a sua idéia ao responder às perguntas: "Qual é o melhor caminho para apresentar o conceito de Tecnologia Social na sua escola? Por quê?" e "O que você propõe para envolver a comunidade escolar e a localidade onde atua no tema da Tecnologia Social?".
Um comitê vai avaliar as propostas e selecionar dez educadores por região do país. Os selecionados vão ser chamados, então, a detalhar seus planos, respondendo a um questionário, de 11 a 28 de novembro.
A comissão voltará a analisar as respostas para definir os cinco vencedores, um de cada região.

Qual é o prêmio?
Viagem a Belém (PA) para participar do Fórum Social Mundial 2009 com transporte e hospedagem pagos, para cinco professores, um por região do país.

Onde encontro informações sobre projetos que usem Tecnologia Social na minha região?
A Fórum e a Fundação Banco do Brasil vão separar dicas e sugestões de livros, páginas na internet, documentários e relatos nas próximas edições da revista e no www.revistaforum.com.br/ts

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

UNEB abre 2.205 vagas para cursos à distância - BA

EDUCAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL
UNEB abre 2.205 vagas para cursos gratuitos de Graduação e Pós-graduação lato sensu na modalidade de ducação a Distância (EaD) - Iniciativa reforça compromisso da universidade com a inclusão social - Inscrições: dias 8 a 21/setembro, pela Internet. A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) abre 2.205 vagas gratuitas para cursos de graduação e pós-graduação na modalidade de educação a distância (EaD).

De acordo com o edital publicado pela instituição no Diário Oficial do Estado (DOE), edição de 27 de agosto, o processo seletivo e os cursos oferecidos estão em conformidade com o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), progama do Ministério da Educação (MEC).

Na graduação, são oferecidas 1.845 vagas para curso de licenciatura em história, matemática e química. Na pós-graduação são disponibilizadas 360 vagas para capacitação de docentes em EAD. As vagas estão distribuídas por pólos e municípios de atuação da UNEB.

As inscrições estão abertas de 8 a 21 de setembro, através do endereço eletrônico www.selecao.uneb.br/ead. Para efetivar a inscrição, os interessados devem efetuar pagamento, através de boleto bancário, de R$60 para graduação e R$100 para pós-graduação.

“O objetivo é dar oportunidade de graduação aqueles que já ensinam no setor público, primando por uma formação crítica, que provoque a reflexão pedagógica nos professores”, adianta Romilda Almeida, presidente em exercício da Comissão Permanente de Vestibular (Copeve) da universidade.

Para se inscrever, os candidatos aos cursos de graduação devem atentar para os seguintes requisitos: ter concluído o ensino médio ou ser professor em exercício do ensino público e não estar matriculado em outro curso de graduação da universidade. Os cursos têm duração prevista de oito semestres.

Pós-graduação lato sensu

Já o curso de pós-graduação lato sensu (especialização em Educação a Distância) possui grade curricular que prevê uma carga horária de 390 horas/aula, completando o período de 12 meses.

Nossos cursos têm a mesma importância de qualquer graduação presencial, mas temos o diferencial da gratuidade. Assim demonstramos mais uma vez nosso compromisso com a inclusão social, chegando às cidades que se quer dispõe de ensino superior”, enfatiza o professor Luiz Carlos Santos, assessor especial da UNEB, que colabora com a Comissão Permanente de Vestibular (Copeve).

Os candidatos devem ficar atentos ao conteúdo programático da prova de seleção, que acontece no dia 19 de outubro de 2008, pela manhã.

Os locais de realização da prova serão divulgados pela internet no mesmo site em que foram efetuadas as inscrições. Os portões vão abrir às 8h30 e serão fechados às 8h50. Os concorrentes terão 2 horas para responder as questões do processo seletivo.

Informações: Copeve/UNEB - Tel.: (71) 3117-2389

Vaga Designer Instrucional - RJ

Carga horária: 40 horas
Salário em torno de R$ 5.000,00

*Formação Exigida:*
Ensino Superior Completo, preferencialmente nas áreas de Pedagogia ou Licenciatura. Desejável ter pós-graduação em educação a distância, design instrucional ou áreas afins.

*Experiência e conhecimentos necessários:*
-Domínio de estratégias pedagógicas e ferramentas tecnológicas que atendam as especificidades dos materiais didáticos da modalidade de educação a distância, tais como: clareza/coesão, dialogicidade, interatividade e caráter auto-explicativo.

-Experiência comprovada na elaboração de materiais didáticos para a modalidade de educação a distância.

-Vivência em Ambientes Virtuais de Aprendizagem, dominando a dinâmica de interação entre professores e alunos.

-Boa fluência escrita e verbal.

-Capacidade de liderança, tomada de decisão e persuasão.

-Habilidades de relacionamento interpessoal (equipe, conteudistas, professores ava)

*Atribuições do Cargo*
-Pesquisar diferentes possibilidades pedagógicas (estratégias e dinâmicas de ensino-aprendizagem) e tecnológicas (tipos de mídias educativas) para o desenvolvimento de materiais didáticos nas diferentes áreas de conhecimento, para a modalidade de EaD (Educação Básica e Superior).

-Planejar, orientar, acompanhar e avaliar, junto aos especialistas de conteúdo, materiais didáticos nas diferentes áreas de conhecimento, para a modalidade de EaD (Educação Básica e Superior).

e-mail para envio de currículos:

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

UNESCO realiza 2ª edição de curso à distância sobre Patrimônio Imaterial

iTeia - da redação

Estão abertas, até o dia 26 de setembro, as inscrições para a segunda edição do curso "Patrimônio Imaterial: política e instrumentos de identificação, documentação e salvaguarda", uma realização da UNESCO com coordenação geral da COMUNA S.A, instituição de sociedade civil, sem fins lucrativos e sediada em Belo Horizonte. Com aulas ministradas à distância (pela internet), por meio da plataforma de educação à distância da Duo Informação e Cultura, empresa também de Belo Horizonte, o curso acontecerá no período de 29 de setembro a 02 de dezembro. Serão oferecidas 160 vagas para interessados de todo Brasil. O Ministério da Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN são parceiros nesta iniciativa.

O objetivo do curso é informar sobre a política e as ações desenvolvidas nesta área, incentivando o espírito crítico dos participantes e qualificando-os para desempenhar ações mais efetivas e conscientes, que tenham como foco o patrimônio cultural de natureza imaterial.

O público-alvo são os gestores de órgãos públicos municipais, estaduais e federias ou ligados a estes, principalmente das cidades incluídas em programas especiais da área de patrimônio, pesquisadores, professores e alunos de universidades estaduais e federais.

A primeira edição do curso, realizada no primeiro semestre de 2008, recebeu inscrições de todos os cantos do país, sendo que a turma foi formada por 161 alunos, de 25 Estados brasileiros. Os perfis variados de formação (no mínimo ensino médio concluído) e profissional, aliado à descentralização geográfica, possibilitada pelo ensino à distância, permitiram aos alunos e professores um diálogo bastante rico e a troca de experiências entre realidades diversas. Nesta segunda turma, pretende-se também alcançar esta diversidade para enriquecer os debates.

Nos primeiros dias do curso, será ministrada a disciplina "Adaptação e Ambientação em EAD (Ensino a distância)", com o objetivo de quebrar uma possível resistência dos alunos em relação à aprendizagem virtual, otimizar a utilização dos recursos da plataforma do curso e explicitar a metodologia adotada.

Nas aulas seguintes, divididas nos módulos "O patrimônio imaterial no cenário internacional: conceitos, instrumentos e políticas. O papel da Unesco" e "Instrumentos e práticas de salvaguarda", serão discutidos os conteúdos: Construção das Políticas Internacionais de Referência para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial; O Patrimônio Imaterial: Políticas em Curso - A Legislação Brasileira e os Programas de Fomento; Metodologias de Inventário e Pesquisa Aplicadas ao Patrimônio Imaterial; A Instrução dos Processos de Registro; Fomento, Salvaguarda e Processos de Empoderamento das Comunidades; e As Dimensões do Patrimônio.

O corpo docente é formado por Luiz Fernandes de Assis, Maria Cecília Londres, Márcia Santana, Letícia Vianna, Ana Cláudia Lima, Claudia Márcia Ferreira e Antônio Augusto Arantes. A coordenação de conteúdo é de responsabilidade de Célia Corsino. (*Currículos dos professores abaixo).

Além de acompanhar as disciplinas, os alunos poderão participar de três chats que serão realizados durante o período do curso, com mediação de profissionais convidados da área.

É importante registrar que o conteúdo que será abordado no curso está alinhado com os conceitos e com a implementação da política para a área de patrimônio imaterial, conforme vem sendo conduzida pelo IPHAN, que é interlocutor permanente da UNESCO na implementação da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Intangível, de 2003.

SERVIÇO
Curso: Patrimônio Imaterial: política e instrumentos de identificação, documentação e salvaguarda (curso livre e pela internet)
Inscrições: pelo site www.duo.inf.br até o dia 26 de setembro, sexta-feira
Período do curso: 29 de setembro a 02 de dezembro
Número de vagas: 160
Carga horária: Estima-se uma carga horária mínima de 65hs (1h/dia), totalizando 65 horas (período de e meses e cinco dias)
Investimento: R$ 400,00 à vista, ou em 2 parcelas de R$200,00
Informações: Duo Informação e Cultura (www.duo.inf.br) - (31) 3224.6700 ou pelo e-mail: curso@duo.inf.br
Assessoria de imprensa: Isabel Brant (31) 9994-3508

http://clipmail2.interjornal.com.br/clipmail.kmf?clip=xyoda5uzae&grupo=244720#not7656886

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Capacitação em tecnologia da informação

Com aproximadamente 25 mil professores inscritos, o Programa Nacional de Formação em Tecnologia Educacional (ProInfo Integrado) dá início, nesta semana, à segunda etapa da capacitação de professores em tecnologia da informação na região Nordeste. De 3 a 5 de setembro será realizado em Natal (RN) o 1º Encontro de Formação dos Multiplicadores do curso Tecnologias na Educação: ensinando e aprendendo com as TICs na região.

O encontro tem o objetivo de apresentar o ProInfo Integrado e planejar a implementação do curso. Está prevista, ainda, a realização de oficinas de material didático-pedagógico e de planejamento do curso, bem como de painéis de socialização de experiências e a palestra Escola faz Tecnologia, Tecnologia faz Escola, com Alberto Tornaghi, professor do Colégio Santo Ignácio, no Rio de Janeiro. Devem participar cerca de 300 pessoas, entre coordenadores estaduais do programa e formadores dos núcleos de tecnologia educacional estaduais (NTE) e municipais (NTM).

O ProInfo Integrado tem duração total de 180 horas que são divididas em três etapas. Iniciada em maio, a primeira fase, de 40 horas, aborda informações básicas sobre educação digital com base no sistema Linux Educacional – software livre criado especialmente para as escolas públicas brasileiras. Com 100 horas, a segunda etapa aborda a aplicação das tecnologias de informação e comunicação na educação, conhecidas como TICs. E para finalizar há ainda outras 40 horas adicionais dedicadas à complementação local e elaboração de projetos.

Resultado da colaboração entre a Secretaria de Educação a Distância (Seed), as secretarias estaduais de educação e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o programa tem como meta capacitar 100 mil professores de todo o país até o fim de ano. Professores interessados no curso podem se inscrever nas secretarias estaduais e municipais de educação.

Renata Chamarelli

Fonte: http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=com_content&task=view&id=11167&interna=6

Pesquisa personalizada
Se quiser, pode copiar e reproduzir os artigos aqui publicados, desde que sejam citadas a fonte e a autoria.